Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Google-Translate-Portuguese to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
ONLINE
1


Partilhe esta Página

 


ESTRATÉGIA II
ESTRATÉGIA II

 

 

Estratégia é o plano que abrange todo o jogo. Enxadristas têm que ter um plano. Os planos podem mudar, mas não faça um movimento sem primeiro ter uma estratégia em mente!
O plano de jogo certo depende em parte do estágio da partida: abertura, meio do jogo ou final do jogo. Depois da abertura, quando a maioria das peças moveram-se das casas iniciais para o centro do jogo, vem o meio do jogo, que dura até que um dos jogadores leve xeque-mate ou até que a maioria das peças esteja trocada. O final do jogo gira em torno da promoção de um peão à dama.
Freqüentemente é no meio do jogo que uma partida é ganha ou perdida - e onde planejar é especialmente importante! Escolha um bom plano e jogue de acordo com ele. Use táticas para ganhar peões, peças ou até para dar xeque-mate no rei do seu oponente.
O mais importante é a segurança do rei! O seu rei precisa de mais proteção? O rei do seu oponente está seguro? Ele pode ser atacado com sucesso?
O objetivo do xadrez é dar xeque-mate no rei do oponente; mantenha o seu a salvo! Faça um roque em segurança atrás do muro de peões e mantenha seus peões na frente do seu rei imóvel, se possível - eles são mais fortes assim. Se o rei do seu oponente não está seguramente protegido, seu plano pode ser atacá-lo! Um bom plano de ataque requer a reunião de uma tropa forte - um número de peças de xadrez - para atacar o outro rei. Uma ou duas peças normalmente são suficientes.
Controle o centro ou ataque o domínio do seu adversário na parte central do tabuleiro.
O centro é por onde todas as peças passam para poder atacar o lado inimigo, também é onde as peças exercem maior poder. Portanto, é importante que você esteja no controle, e se não estiver, é importante atacar o domínio central adversário o quanto antes!
Assegure-se que suas peças guardam ou defendem umas as outras, mesmo se elas não estão sendo imediatamente atacadas.
Se possível, troque uma peça por outra mais valiosa.
Logo seu exército estará mais poderoso do que o do seu oponente. Tome cuidado com o quê você troca.
O que o meu oponente está ameaçando?
Pergunte-se isto toda vez que seu oponente fizer um moviemnto. Acredite que ele tenha o seu próprio plano de jogo! Se você perceber as ameaças chegando, poderá geralmente evitá-las.
Posicione seu exército para o máximo controle do tabuleiro.
Ao mover os meus peões, tornarei um dos meu bispos "mau"? Seus bispos podem ser muito poderosos, peças que abrangem todo o tabuleiro. Evite o erro comum de "prender" um bispo atrás de um triângulo de peões dispostos em casas da mesma cor que o bispo. Esta cerca também é conhecida como bispo "mau" fora do jogo!
Tente manter seus peões "em linha"
Peões são as únicas peças do jogo de xadrez que não podem se mover para trás, por isto são vulneráveis. Eles devem ficar, sempre que possível, numa posição onde um possa defender o outro. Mantenha os peões conectados; sem "espaços" entre eles. Peões isolados são fracos por que não podem se proteger. Evite também "dobrar" os peões - colocando-os na mesma coluna vertical. Se um peão fica bloqueando o outro, atrás dele, ambos ficam mais fracos do que os peões "em linha", aqueles que são capazes de proteger um ao outro. Um peão que está logo atrás de um outro peão é chamado de "dobrado". Ele é fraco porque o seu vizinho não pode defendê-lo.
No meio jogo, os peões devem capturar em direção ao centro.
Conte seu trocado! Considere os peões centrais (em frente aos reis ou às damas durante o começo do jogo) como se valessem um real, os peões em frente aos bispos 90 centavos, os peões em frente aos cavalos 80 centavos, e aqueles em frente as torres apenas 70 centavos. A regra geral deve ser tentar capturar em direção ao centro. Note: o valor desses peões mantém-se apenas para o meio jogo. No ginal do jogo, um peão longe do rei pode ser a peça de xadrez mais valiosa do tabuleiro - marchando para se tornar uma dama!
Ponha as suas torres e damas - suas peças mais poderosas - nas colunas abertas ou "semi-abertas". As colunas estão "abertas" quando não há peões nelas. As colunas estão "semi-abertas" quando há um peão em apenas um dos lados. Torres, e frequentemente rainhas, precisam estar em colunas como estas para exercer mais influência.
Se você e o seu oponente fizeram o roque em lados opostos, pense "ataque de peão".
Quando seu oponente está rocado no lado oposto ao seu no tabuleiro, você pode querer mover os seus peões em direção ao rei dele. Mesmo se alguns peões forem capturados, colunas abertas serão criadas em frente ao rei do oponente e você poderá colocar suas torres nessas colunas para ajudar o seu ataque.
Reveja sempre seus possíveis movimentos antes de tomar uma decisão.
Calcule dois ou três movimentos que parecerem melhores na posição. Faça uma lista mental desses movimentos, considerando um de cada vez. Finalmente, decida-se por um.

topo